Cymbidium da tia Amelia





"Quando eu flor...Quando tu flores...E ele flor...Nós flores seremos,E o mundo florescerá..."





 PRESENTE DE UMA AMIGA.... SUZANA.


Colunas transformadas em vasos...Colocarei com orquídeas na entrada do meu orquidário.Vejam como ficou lindo...




Orquídea Branca-de-Neve

§  Nome popular além de branca-de-neve: orquídea branca e orquídea anjo
§  Nome científico: coelogune cristata
§  A que família pertence: Orchidaceae
§  De quais categorias faz parte: orquídeas e flores
§  Os climas que ela prefere: Subtropical, Temperado, Tropical e Mediterrâneo
§  Tem origem nos seguintes locais: Nepal, Java, Himalaia, Butão, Ásia e Vietnã
§  Luminosidade preferida: meia sombra ou luz difusa
§  Ciclo de Vida: perene
§  Altura máxima: entre 0.1 e 03 metros




Plantas do  meu orquidário...





Cymbidium
As orquídeas Cymbidium vêm sendo cultivadas por milhares de anos na China e agora são plantas populares para jardins residenciais.  Algumas das orquídeas dessa espécie podem atingir uma altura maior do que 1,5 m e, por serem plantas de climas mais temperados, florescem geralmente na primavera.






BULBOPHYLLUM CAREYANUM (MICRO ORQUÍDEA)

Tamanho: Adulta (apta a florir em sua respectiva época com os devidos cuidados e adubação)
Água: Rega de boa qualidade, deixando escorrer bem. Uma rega por semana no Inverno, e duas a três no verão.
Temperatura Ambiente: 15 a 25°C
Luminosidade: Indireta e moderada.


Pisantes para meu orquidário.











Meu orquidário.
 Meu cantinho de total dedicação.Local de Formas ,perfumes e encantamentos...




Como fazer o pisante.
                                                 Recortei o molde de balde de massa corrida.


                                            Colei as pedras com cola normal no plastico.


Coloquei o cimento e pronto.

Pisante concluído.





Aspasia lunata
Aspasia lunata é uma espécie de orquídea pertencente ao género Aspasia, nativa da América do Sul tropical, no sudeste e sul do Brasil até à Bolívia e ao Paraguai entre os 200–750 m de altitude.
Nome científico: Aspasia lunata
Classificação: Espécie
Classificação superior: Aspasia



Fixei na garrafa. Deu Certo...




Dendrobium

Dendrobium exótico, de floração numerosa, cor vibrante, muito perfumado e de flores de tamanho grande comparadas com outros Dendrobium.


O belo das orquídeas se define...

O belo das orquídeas  se sente...





   Orquídea Vanda.
A Vanda é uma orquídea de origem asiática, costuma ser encontradas em regiões pantanosas, semelhante a mangues, onde, mesmo quando não chove, a umidade do ar é muito alta. Pelas características dessa região é fácil imaginar qual o ambiente ideal para ela: calor, muita luz, ventilação(circulação do ar), água e muita umidade.


Orquídea Phalaenopsis.
O nome Phalaenopsis deriva do grego phalaina (borboleta noturna)    Os Phalaenopsis são encontrados na Ásia, Filipinas, Nova Guiné e norte da Austrália. Neste habitat o clima é geralmente úmido, quente e com grande aeração, estando as plantas crescendo nas árvores ou até em pedras. Existem aproximadamente 50 espécies naturais e atualmente um número enorme de híbridos está disponível no mercado. Os Phalaenopsis não possuem bulbos e sua reserva de água e nutrientes está nas folhas .
CLIMA – Quente. O clima ideal é o litoral e zonas baixas, onde as temperaturas não descem abaixo de 17 graus Celsius.
UMIDADE – Alta. O ideal é que a umidade se mantenha em torno de 70% durante o dia.
REGA – Os Phalaenopsis desidratam facilmente devido a não possuírem reserva (bulbos). As regas devem ser feitas imediatamente após secagem do substrato, ou seja, a planta deve ficar seca durante o menor temo possível. A cada 10 dias aproximadamente, as plantas devem ser molhadas com água em abundância (o substrato deve ser lavado) para eliminação de toxinas e sais minerais.
ADUBO – A adubação pode ser feita em intervalos de 15 dias e no caso de adubação ser semanal, a dosagem deve ser reduzida pela metade. A adubação deve ser feita preferencialmente no fim da tarde, para que a planta fique úmida por mais tempo durante a noite, quando ocorre a absorção dos nutrientes. Também, é fundamental adubar a parte inferior das folhas, que é por onde ocorre a maior parte da absorção de nutrientes.



Catlleya
É uma orquídea epífita, ou seja, vegetam nos trocos e galhos de árvores.
    Ao contrário do que algumas pessoas dizem, nenhuma orquídea é parasita, ou sejam, e elas não sugam a seiva delas, apenas se apoiam nas árvores.
    Suas flores são perfumadas e duram em média de 10 a 30 dias.
    As flores chamam a atenção pelo seu tamanho bem grande, belas formas e cores intensas e variadas.
    Este grupo possui cerca de 70 espécies e é originário do México até o Sul do Brasil.
CULTIVO
Ela gosta de boa ventilação, umidade, além de muita luz indireta (ou seja, sem raios solares diretamente na planta) e ambientes com temperaturas entre 18° e 25° C.



Orquídea Brasiliorchis Schunkeana (" Orquidea Negra" ).

Orquídea-negra merece nossa devoção, sim. Ela cresce depressa, entouceirando em pouco tempo, e dá flores de curta duração (no máximo 5 dias), várias vezes ao ano. Por sorte, a Maxillaria schunkeana não tem pose de artista, seu cultivo é simples. Essa espécie gosta de locais sombreados e muito úmidos, mas não de água parada nas raízes. A melhor forma de cultivá-la é em vaso de barro furado, com uma camada de pedras, isopor ou cacos de telhas no fundo, para que o excesso de água escorra rapidamente. O substrato mais usado é uma mistura de casca de pinus e pedaços de carvão, mas em locais onde venta muito você pode incluir um pouco de esfagno perto das raízes.
Como tem pseudobulbos bem pequenos, a orquídea-negra não consegue armazenar muitos nutrientes e, em casas e apartamentos, fica dependente da adubação semanal, com NPK 20-20-20, diluído na proporção de 1 colher de chá para 1 litro de água, borrifados na planta toda. Na natureza, ela se fixa em árvores e rochas criando touceiras que “agarram” restos de galhos, folhas e outros materiais orgânicos – ao se decompor, eles oferecem nutrientes fundamentais à planta.







UTI DAS MINHAS ORQUÍDEAS...




Orquídea    Vanda...


O grupo das vandas são na maioria orquídeas de cultivo de clima quente e sol pleno com flores muito coloridas. Originárias da Ásia tropical, elas se desenvolvem facilmente em climas quentes.









Orquídea Brassia.





Dendrobium...


Dendrobium

Todas as espécies de Dendrobium são epífitas, podendo ser facilmente presas a árvores.
É uma das orquídeas mais populares do mundo. Quase todas as Dendrobium comercializadas são híbridas, por isso existem muitas diferentes formas e colorações disponíveis.
Preferencialmente, mantenha em um local bem iluminado, com muita luz difusa (indireta). Deixar sob a copa de uma árvore é o ideal.



Epidendrum ammophilum...



 Orquídea Sandália plástico.


Meu muro com Orquídeas. ( experiência).


Orquídea plantada... Nó de pinus...



                     





ESTAMOS NO MÊS DA ORQUÍDEA ONCIDIUM JONESIANUM...
JANEIRO



UTI das orquídeas. 



DEUS COMIGO...ÉS MEU PASTOR NADA ME FALTARÁ...



MEU ORQUIDÁRIO.




Admirando as orquídeas... 


Orquídea na garrafa de vidro.         (experiência).

Orquídea na garrafa vidro. 


Dendrobium.   

Orquídea olho de boneca. Dendrobium.

Orquídea sapatinho na taça...

                                                   Orquídea Cymbidium

Cymbidium é uma espécie que tem como habitat natural altitudes mais elevadas de clima temperado. Podem ser encontradas na natureza indiana, no leste e sudeste asiático: China, Japão, Indonésia e Austrália. Portanto se adapta melhor a regiões amenas com o clima um pouco frio. Floresce melhor em clima frio.
O gênero possui em torno de 50 espécies, sendo que a maioria comercializada no Brasil é híbrida. As flores são muito duráveis e se apresenta em forma de cachos, que por sua vez, são considerados apropriados para arranjos florais. O labelo é parecido com a figura de um barco - daí a origem do nome da planta. A época de floração pode variar bastante, normalmente acontece um pouco antes da entrada da primavera.
Cultivo:
São plantas resistente e de fácil cultivo, inclusive pode ser cultivada com  uma mistura de diversos substratos: carvão, terra adubada, areia grossa e pedrisco. Suporta bem a luz solar, porém evite a luz solar direta durante todo o dia, o ideal é o sol da manhã.


Phalaenopsis...

O gênero Phalaenopsis é originário de países da Ásia Tropical (Filipinas, Indonésia, Malásia, Sumatra, china e Taiwan), normalmente encontradas na natureza presas em troncos de árvores sob proteção de suas copas, em ambientes que lhe ofereçam boa luminosidade (sem sol na planta) e alta umidade do ar.

Nome Técnico: Oncidium
Nomes Populares: orquídea chuva-de-ouroFamília: Família Orchidaceae
Origem: Nativa do Brasil e Paraguai

DESCRIÇÃO

Planta herbácea perene de hábito epífita com altura em torno de 35 cm, de pseudobulbos curtos e ovalados e duas folhas estreitas e flexíveis por bulbo.As flores amarelas são pequenas, de 1,5 cm x 2,0 cm, reunidas em grande panícula sobre haste de 90 cm, que surgem no final da primavera nos estados do sul do país e duram cerca de 15 dias, conforme a temperatura da época.





Maricás... chegam perto da aparência normal das orquídeas...


Phalaenopsis 


Phalaenopsis 

Phalaenopsis 

Orquídea Vanda...

A Vanda é uma orquídea de origem asiática, costuma ser encontradas em regiões pantanosas, semelhante a mangues, onde, mesmo quando não chove, a umidade do ar é muito alta. Pelas características dessa região é fácil imaginar qual o ambiente ideal para ela: calor, muita luz, ventilação (circulação do ar), água e muita umidade. 



 Sophronitis cernua

 Espécie anã e rasteira formando, muitas vezes, verdadeiros tapetes. Pseudobulbos curtos e cilíndricos com uma única folha espessa e oval. Inflorescência com 3-4 pequenas flores de 1,5 cm de diâmetro. Totalmente amarela-limão. Originária do Sul de Minas Gerais, Brasil. Floresce em julho/setembro. É de difícil cultura.


Phalaenopsis 

O gênero Phalaenopsis é originário de países da Ásia Tropical (Filipinas, Indonésia, Malásia, Sumatra, china e Taiwan), normalmente encontradas na natureza presas em troncos de árvores sob proteção de suas copas, em ambientes que lhe ofereçam boa luminosidade (sem sol na planta) e alta umidade do ar. 

Fonte confeccionada para um lugar onde o perfume as formas e as cores são dádivas de Deus...3 ano. Escola Cleto. 




Orquídea Vanda Ascd. Yip Sum Wah x Sagarik Gold


Oncidium equitante.

Este grupo de orquídeas são comumente referenciadas como oncidium  equitante. As folhas dificilmente  excede 6 a 8 polegadas de comprimento. As folhas estão dispostas em pares sobrepondo uma sobre a outra, o que leva a serem chamadas de equitante.Floresce na primavera .  O pequeno  porte e a fácil adaptação nas diversas condições faz dela uma planta muito desejável. Não corte a haste depois que a floração tenha encerrada, é muito comum ela apresentar uma haste floral secundária.A chave para o cultivo das Tolumnias é entender seu habitat natural. Estas espécies são endêmicas do Caribe. A maioria das espécies foram  hibridizadas e estão adaptadas para locais de temperatura moderada a quente e plantadas em galhos expostas a luz brilhante, movimento de ar e alta umidade por rega diária que com a movimentação de ar as plantas não ficam molhadas por muito tempo.Cultivar Tolumnias em locais de temperatura entre 13ºC a 30ºC e umidade relativa de 50% a 70%.





Novas Flores... Novas formas... Novos perfumes... Numa infinita busca de um recomeço...




Miltonia moreliana.Autor: A. Richard.Data da publicação: 1848.Sinônimos: Miltonia spectabilis var. moreliana, Miltonia rosea, Miltonia warneri, Miltonia spectabilis var. atrorubens.Origem: ES, BA, PE, AL.Habitat: epífita em florestas úmidas sob alta luminosidade porém abrigada de luz direta.Altitude: 300 a 900 metros.




Orquídea isochilus

Este é um pequeno gênero americano com um único representante no Brasil: o Isochilus linearis. Foi levado das Índias Ocidentais para a Inglaterra pelo almirante Bligh famoso pela história do Bounty, o navio do “Grande Motim”.

AS orquídeas são de tamanho médio, que prefere clima temperado frio, epífitas de até 30 cm de altura, caule ereto, de até 1,2 mm de largura, coberto com casca verrucosa. Folhas lineares, 3,5-4 cm de comprimento e 2,5-3,5 milímetros de largura.


" Todos querem o perfume das flores.Mas poucos sujam as mãos para cultivá-las". Augusto Curi.


Oncidium Bailarina mulata. 
Este Oncidium é um híbrido fantástico cujo parentesco é mantido em total segredo.




Orquídea Miltassia especial


 Chega a florescer duas vezes por ano. Flores em haste.



Brassia... Popular orquídea aranha.

Sua flor delicada e levemente perfumada tem pétalas alongadas e finas. Por este formato um tanto peculiar, ficou conhecida popularmente como orquídea aranha. Brassia é um género botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceæ) e à subtribo Oncidiinae.


Molho minhas orquídeas 3x por semana.
 


Meu orquidário... 

Catasetum Catasetum pode ser reconhecido dentre os gêneros desta tribo pelas suas flores masculinas com coluna espessa e semi roliça, em posição normal, ou seja, não torcida para os lados, frequentemente com as já mencionadas antenas abaixo do estigma, cuja interessante função é expelirem o polinário à distância quando tocadas.Apresentam três tipos diferentes de flores, masculinas, femininas e ocasionalmente hermafroditas, comum em hastes separadas, raro na mesma inflorescência. As pétalas e sépalas são inteiramente livres, parecidas, comum curvadas para trás, acanoadas ou coniventes. O labelo é carnoso, séssil, e muito variável nas flores masculinas, geralmente saquiforme nas femininas. As flores masculinas apresentam formatos muito variáveis, normalmente de coloridos vistosos, ocasionalmente verdes. As flores femininas de quase todas as espécies em regra são verdes e parecidas, de modo que é difícil a identificação de uma espécie pelas flores femininas. Vale notar que a identificação de espécies de Catasetumpelo aspecto vegetativo das plantas também é quase impossível visto serem todas praticamente iguais.


Catasetum 






Brassia. Popular orquídea aranha. 


Orquídea BC nodata .
 Bc. NodataHibrido entre a brassavola Nodosa e a C. GuttataPlanta de ótimo porte, adora luminosidade, muito resistente.













Peristeria elata “Orquídea do Espírito Santo”

A estrutura central similar a uma pomba branca rendeu a essa orquídea o apelido de “Orquídea do Espírito Santo”. É encontrada na América Central.
Orquídea MENOR do Mundo...


Um novo tipo de orquídea, do gênero Platystele, foi descoberto no Equador. A flor, que possui apenas 2,1 milímetros de largura e tem pétalas tão finas que chegam a ser transparentes, está sendo considerada a menor espécie de orquídeas do mundo.
O pesquisador norte-americano Lou Jost encontrou a planta por acidente, em meio às raízes de um vegetal maior que ele coletou na região de Cerro Candelaria, no leste dos Andes.

Orquídea MAIOR do Mundo... Grammatophyllum  speciosum

Planta nativa da Malásia tem 2,5 metros de altura e 19 hastes florais que chegam a atingir três metros. Exibindo porte arbustivo e flores majestosas, a maior orquídea do mundo floresceu nesta terça-feira (01/02) no Orquidário Nacional do Ibama, em Brasília. A planta, espécie Grammatophyllum  speciosum, é nativa da Malásia e tem 2,5 metros de altura. Torna-se ainda mais grandiosa por suas 19 hastes  florais que atingem três metros e as mais de 400 flores que brotam da planta.Bem cultivada a pleno sol, desenvolveu-se e adaptou-se aos rigores climáticos do Planalto Central e, ao fim de cinco anos, atingiu a maturidade e a tão esperada floração.



Novas folhas, novas flores, na infinita benção do recomeço...(Chico Xavier)

Tentei fazer uma estátua de orquídeas...


Maxillaria tenuifolia

Planta rara e exótica da família das maxillarias  sua característica principal é o aroma de baunilha.
Gosta de local claro mas sem sol direto.Minha estátua de orquídeas...


Oncidium pumilum
Este Oncidium pumilum, é também conhecido como Lophiaris pumila,  O nome da espécie, pumilum, significa anão em latim, alusão ao minúsculo tamanho das flores. É considerada uma planta de cultivo difícil, requerendo um substrato que seque rápido. Além disso, necessita de um ambiente sombreado, mas com boa luminosidade e umidade.Produção:  sementeira.Tamanho da muda: 8cm.Expectativa de floração: 1 ano.Cultivo: difícil.Floração: verão.Duração das flores: 15 dias.Tamanho quando adulta: até 20 cm.Tamanho da flor: 5 mm.Quantidade de flores: muitas.





                             Dendrobium


Quando eu Flor...
Quando tu Flores...
Quando ele Flor...
Nos Flores seremos...
E o mundo florescerá...


Kananga do Japão



Orquídea Miltonia Flavescens  Nome Técnico: Miltonia flavenscensNomes Populares:Orquídea amor-perfeitoFamília: Família OrchidaceaeOrigem: Nativa do Brasil, encontrada em vários estados, da Bahia e Pernambuco aos estados do sul do país e também na Argentina. Planta herbácea perene, epífita de folhas finas coriáceas com altura em torno de 30 cm, formando grandes touceiras.As flores são pequenas e perfumadas, de sépalas e pétalas na cor amarelo pálido e labelo branco de forma diferenciada com pontuações em púrpura. Reunem-se em grande racemo muito ornamental, com a haste floral de 40 cm com cerca de 12 flores em cada, na primavera até o verão, dependendo das condições da região.A duração da floração é de até 20 dias


Orquídea Cheiro de UvaO gênero Spathoglottis inclui cerca de 40 espécies, das quais a orquídea-grapete e a Spathoglottis plicata são as mais conhecidas (as duas são também muito parecidas, mas as flores da Spathoglottis plicata têm uma tonalidade clarinha, quase rosa). Nativa de vários países no sudeste asiático e sudoeste do Oceano Pacífico, a Spathoglottis unguiculata é famosa por seu perfume, que lembra o cheiro de uva, daí seus nomes populares. Ela faz grandes touceiras em encostas rochosas e clareiras de florestas, lugares onde há alta umidade e incidência direta dos raios de sol durante quase o ano todo. Os numerosos botões surgem numa haste que pode alcançar 1 metro de altura, e se abrem em sequência, uns cinco ou seis ao mesmo tempo, ao longo do ano todo, com mais frequência na primavera e no verão.


Dendrobium  thyrsiflorum     e              Dendrobium fimbriatum                                   

Nome Técnico: Dendrobium fimbriatum Hooker Sin.: Callista fimbriata (Hook) KuntzeNomes Populares : orquídea olho-de-bonecaFamília :  Família OrchidaceaeOrquídea Olho-de-boneca – Descrição:Origem:  Originária da China, Índia e MalásiaOrquídea Olho-de-boneca – Descrição:Orquídea de altura até 1,50 m com pseudobulbos eretos no início, tornando-se pêndulos com a idade.As flores são de 5 a 8 cm de diâmetro,  forma peculiar aos dendróbios, na cor amarelo-ouro vivo.As sépalas são lisas e as duas pétalas apresentam-se com as bordas onduladas levemente.A pétala diferenciada tem mácula em marrom bem escuro e as bordas finamente recortadas, lembrando uma fazenda desfiada.







Kananga do japão

     Na primavera surgem do solo flores brancas / lilás, lembrando orquídeas. Cerca de dois meses depois, já desaparecidas as flores é a vez de surgirem folhagens características, como um "renascer". Plantar o rizoma, aqui contido, direto no solo, a pleno sol. Prefere regiões quentes e úmidas.






Phalaenopsis Orquidário em casa





Dendrobium

Orquidea Cattleya JunquianaUma das orquídeas mais conhecidas e populares é a Cattleya ou Catléia (Português) .Desde a descoberta da Cattleya ,foram desenvolvidos uma infinidade e híbridos de grande apelo ornamental .      É um gênero distribuído por toda América latina, do México a Argentina, sendo que a maioria das espécies são encontradas no Brasil.

     Acredito que nenhum outro gênero possua tantas variedades de híbridos. O diferencial desta espécie é a diversidade de nuance de cores e aromas.



Minhas orquídeas phalaenopsis








Brassavola tuberculata

O gênero Brassavola consiste de cerca de 63 espécies, com flores que variam entre branco, creme e esverdeado. Planta de hábito epífito ou rupícola, rizomatosa. De caule cilíndrico, este coberto por bainhas, envolvido por uma folha cilíndrica. A inflorescência surge entre a região apical do caule e a base da folha.
Com período de floração de agosto a outubro.
Essa espécie gosta de uma luminosidade média. A luz filtrada pelas folhas da planta que a abriga é uma ótima condição para o seu pleno desenvolvimento.






Meu vaso de Orquídea Phalaenopsis



 Orquidea blc malworth





 Rhynchostylis

 Rhynchosthylis chama bastante atenção por sua bela floração através de inflorescência composta de muitas flores, podendo ainda ser esta mesma inflorescência de maneira curva, pendente e às vezes ereta dependo da espécie dentro do gênero. A espécie mais facilmente encontrada em algumas exposições é a Rhynchosthylis gigantea. Suas flores são bastante interessantes e podem durar até mais 2 meses, dependendo do trato, no que nos já foi citado por orquidófilos que cultivam esta bela espécie.
Seu crescimento é monopodial, assim como as Vanda e as Asconcenda. Suas folhas são nem tão duras e nem flexíveis e suas cores vão do róseo, albas, vermelho quase chegando ao marrom, podendo chegar a 3 cm de diâmetro e sendo bastante perfumadas.

Seu cultivo é simples, pede-se para cultivá-la em cachepôs de madeira e o substrato melhor apreciado é o Sphagnum. Requer melhores cuidados no replantio que deve ser feito quando a mesma começa a emitir as raízes, diz os cultivadores desta espécie.
Esta espécie é de origem asiática e de clima úmido e seco como os outros gêneros daquele continente.


Paphiopedilum

Nomes Populares: sapatinho ou queixuda
Família: Família Orchidaceae
Origem: Originária da Tailândia
Orquídea de crescimento monopodial, com tamanho até 15cm de folhas estreitas flexíveis, com a nervura central bem marcada.
As flores de 6×9 cm tem formato exótico, onde o labelo tem o formato de um queixo ou sapato, sendo conhecidas como queixuda ou sapatinho.
Por isto os colecionadores desta espécie intitulam-se de sapateiros.
As flores são solitárias em longa haste de 15 cm e permanecem por longo tempo, de até mais de 20 dias.


Floresce da primavera até o verão, dependendo da região.

Paphiopedilum

 Miltassia Royal Robe 'Jerry's Pick'

Miltassia Royal Robe  -cruzamento de  Miltassia  Erachne x Miltonia Sangue Seminoli  -
Produz flores de duas até três vezes por ano. As flores tem aproximadamente seis polegadas .  Tolera variações de temperatura.
."Diplomat" Miltassia Real Robe - cor vinho de Borgonha. Os lábios são grandes e de cor clara e aveludada. Como o nome sugere, elas lembram o 'manto rainha - atraiu os entusiastas de orquídeas em todo o mundo.


                                       

                             Suporte para orquídea Vanda


                                             

Phalaenopsis



                                        
Catleya Walkeriana
CARACTERÍSTICAS DA PLANTA
Rizoma Forte, rastejante e de crescimento desordenado, emite raízes e possui medidas que variam entre 4 mm e 8 mm de diâmetro e 1cm a 2 cm de comprimento entre bulbos.
Planta de pequeno porte, com pseudobulbos com formato arredondados ou fusiformes, com altura variando entre 3 cm e 12 cm de altura de 1 a 3 cm de diâmetro.  
                                      

Denphal

Nome popular: Denphal


Família: Orquidaceae

Origem: Nordeste da Austrália e Indonésia

Essa orquídea possui uma gama bastante variada de cores indo de vermelho púrpura a branco puro e dá de 3 a 20 flores por haste e o tamanho varia de 3,5 a 10 cm de diâmetro. Sua duração é de muitos dias. Considerada como uma orquídea de fácil cultivo, precisa de clima quente, devendo ser bem regada durante o período de crescimento, diminuição de rega na fase que antecede a floração. Precisa de luminosidade bastante elevado e uma ventilação muito boa durante o ano todo. Época da floração é no verão e inverno.


                                   


                                               



cattleya pleanplit special

                                  

                       
 Laeliocattleya Trick Or Treat

Híbrido com flores de coloração alaranjada, multifloral.  

                    
Epidendrum Rene Marques

O Epidendrum Rene Marques possui flores de até seis centímetros de largura com pétalas esverdeadas, e o labelo amarelo intenso, mas o que realmente chama atenção é a Coluna da flor, que tem uma cor rosa/pink, muito belo! São plantas de fácil cultivo.

                                     ~

                                                 

Catleya



Nome popular: Orquídea Cattleya; Catléia; Catléia
Nome científico: Cattleya hybridum 
Família: Orchidaceae
Origem: Continente Americano.

Cattleya é um gênero de orquídeas é talvez o gênero de orquídeas mais popular no mundo todo. Há um grande número de híbridos disponíveis no mercado, com várias combinações de cor e forma. O gênero dessa orquidácea supera todos os outros quanto ao número de híbridos que foram criados. Tamanha diversidade de híbridos e espécies torna difícil a identificação e classificação das orquídeas dentro do gênero.



Blc. Golden Jubilee

                                   Orquídea Vanda...
A Vanda é uma orquídea de origem asiática, costuma ser encontradas em regiões pantanosas, semelhante a mangues, onde, mesmo quando não chove, a umidade do ar é muito alta. Pelas características dessa região é fácil imaginar qual o ambiente ideal para ela: calor, muita luz, ventilação(circulação do ar), água e muita umidade. 
FLORAÇÃO
Em condições ideais, pode florescer até quatro vezes por ano.
Suas flores podem durar cerca de 30 dias e são nas cores amarelo, laranja, vermelho, rosa e arroxeadas. 

Ainda quanto a flor, há muitas variações de tamanho e algumas delas podem ser cobertas com manchas ou listras.



 Cattleya walkeriana semi - alba
  • Gênero - Espécie - Obtida através de Sementes ou Meristema de plantas Nativas, originárias da Natureza.
  • Categoria - Especial
  • Clima - Temperada - Com oito meses, no mínimo, em que a média térmica é menor que 20°C, além de diferenças sensíveis de temperatura quanto as quatro estações do ano.
  • Natural - Brasileira
  • Ecossistema - Cerrado 
  •  Habitat - Epífita - Vivem fixas em árvores, cultiva muito bem em Vasos e Placas.

Catleya

 Minhas Vandas...
Suporte para as minhas orquídeas floradas...
 Vanda

                                          Oncidium

Como deixar uma Vanda desenvolver perfeita...Muito legal.


                        Sugestão lindaaaa.... Gostei

                              Será que é uma orquídea?????

Minha UTI de orquídeas.

 
Epidendrum Ammophilum

Produção: sementeira.
Tamanho da muda: 20cm.
Espectativa de floração: 2 anos, floresce ainda pequeno.
Cultivo: fácil.
Floração: março a julho, mais de uma vez por ano.
Duração das flores: três semanas.
Tamanho quando adulta: até 150cm.
Tamanho da flor: 3cm.
Quantidade de flores: muitas.
 Epidendrum
 Oncidium

Este é mais um dos grandes gêneros, com aproximadamente 600 espécies distribuídas por toda a América tropical, desde o México até o norte da Argentina. No Brasil são aproximadamente 100 espécies.
A grande maioria das espécies é epífita, ou seja, vivem fixadas nas árvores, mas também existem terrestres e rupícolas (vivem em pedras).
Seu cultivo é comum em vasos de barro, sempre com excelente drenagem, ou em placas de peroba, sempre com água abundante durante todo o ano.



Cattleya

É uma orquídea epífita, ou seja, vegetam nos trocos e galhos de árvores.
Suas flores são perfumadas e duram em média de 10 a 30 dias.
As flores chamam a atenção pelo seu tamanho bem grande, belas formas e cores intensas e variadas
Este grupo possui cerca de 70 espécies e é originário do México até o Sul do Brasil. 

Oncidium

Este é mais um dos grandes gêneros, com aproximadamente 600 espécies distribuídas por toda a América tropical, desde o México até o norte da Argentina. No Brasil são aproximadamente 100 espécies.
A grande maioria das espécies é epífita, ou seja, vivem fixadas nas árvores, mas também existem terrestres e rupícolas (vivem em pedras).
Seu cultivo é comum em vasos de barro, sempre com excelente drenagem, ou em placas de peroba, sempre com água abundante durante todo o ano.

 Lc. Purple Cascade 'Fragrant Princess' 

Sombreamento:  50 a 70%
Substrato:  mistura de cascas, carvão e isopor.
Vaso: plástico, barro ou caixeta de madeira.

No caso de amarrar em arvores, as plantas devem ser regadas 2 a 3 vezes por semana até o enraizamento no tronco.

  
Campylocentrum aromaticum é uma espécie de orquídea epífita originaria do Sul da américa.





Acianthera Recurva 

Acianthera recurva é uma pequena espécie de orquídea (Orchidaceae) originária do Brasil, antigamente subordinada ao gênero Pleurothallis. Classificação científica



Ludisia discolor
Orquídea Jóia...


NOME CIENTÍFICO: Ludisia discolor.

NOME POPULAR: Ludisia.
Nota: Orquídea terrestre (em seu ambiente natural, são encontradas no chão das florestas e não em árvores).
FAMÍLIA: Orchidaceae.
CICLO DE VIDA: Perene.
ORIGEM: Nordeste da Índia, sudeste da Ásia até Indonésia.
PORTE: Até 40 cm de altura.
FOLHAS: Aveludada na página superior, de coloração verde/vermelha escuro, quase marrom, com veias douradas/avermelhadas, são agrupadas, elípticas-lanceoladas. Em sua página inferior são de cor vinho lisas e brilhantes o que dão um efeito ornamental bem interessante. Pode haver variação no padrão de cores e desenho das nervuras.

Brassavola fragrans

 A orquídea Brassavola pode ser epífita ou rupestre – desenvolve-se tanto nos caules das árvores tropicais quanto em rochas – e tem compleição tropical. Floresce no Verão, embora algumas espécies produzam flores também  sob  baixas temperaturas. Grosso modo, a variação climática ideal para as Brassavolas é de máxima de 33º C, com umidade relativa do ar alta, e mínima de 10º C. Suporta por pouco tempo temperaturas menores que a mínima indicada, mas pouco tempo mesmo.


 Campilocentrum Grisebachii

Campylocentrum é um género botânico de plantas epífitas pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae), composto por pouco mais de sessenta espécies pequenas ou minúsculas, algumas vezes compostas apenas por raízes e folhas decíduas imperceptíveis, que existem na América.






Laelia purpurata

Orquídea de rara beleza, a laélia é uma planta epífita, isto é, que se desenvolve sobre outras plantas, usando seus ramos como suporte.

Nome Científico: Laelia purpurata

Nomes Populares :Lélia

Família :Família Orchidaceae

Origem:Brasil, Cuba, México, Costa Rica e outros países da América do Sul
 

Oncidium Jonesianum
O Oncidium Jonesianum   . Possui pseudobulbos roliços, fino e comprido, lembrando uma folha de cebola compacta, que pode variar de tamanho, seja no comprimento opu espessura. De uma base sai a haste floral com inflorescência de uma a 15 flores, com média de 3 a 5 cm de diâmetro cada uma. Pétalas e sépalas de cor marrom claro ou creme pintalgada de marrom-avermelhado, com labelo branco eventualmente pontilhado de pequenas manchas ocre e coluna avermelhada, com mácula amarela na base do labelo.


Laelia lundii


Nome específico: Laelia lundii

Distribuição: Brasil
Tamanho da planta: 10 ~ 15 cm
Tamanho da flor: 2.5 cm
Época de Floração: Inverno
Longevidade das Flores: 15 ~ 20 dias
Fragrância: Não perfumado
Luz solar: Moderado
Dificuldade de cultivo: fácil


 Oncidium

É um gênero de grande diversidade do Novo Mundo  e com grande diversidade de habitats. Os Oncidiuns podem ser encontrados desde ao nível do mar nos trópicos até a altitudes elevadas dos Andes. O que deixa difícil definir uma forma de cultivo generalizada.


Acianthera Luteola

Acianthera luteola é uma pequena espécie de orquídea originária do Brasil, antigamente subordinada ao gênero Pleurothallis.
Classificação: Espécie
Classificação superior: Acianthera




Oncostele Hansueli Isler

Híbrido Intergenérico - Obtido através de Sementes ou Meristema de Gêneros diferentes, mas com compatibilidade Genética.
Categoria: Especial
Clima: Temperada - Com oito meses, no mínimo, em que a média térmica é menor que 20°C, além de diferenças sensíveis de temperatura quanto as quatro estações do ano.
Habitat: Epífita - Vivem fixas em árvores, cultiva muito bem em Vasos e Placas.






 Orquídea Vanda

As Orquídeas Vandas encantam por sua beleza peculiar. Originárias da Ásia, são plantas de crescimento monopodial e lento, e alcançam altos valores no mercado.
As Orquídeas Vendas  preferem locais com alta luminosidade e apreciam regas que podem ser feitas borrifando as raízes e as folhas, ocasionalmente.
Costuma ter sua primeira floração só aos seis anos e a partir desta idade, pode florir até quatro vezes ao ano, se bem cuidada e se o inverno não for muito rigoroso.


 Cattleya Forbesii Lindley


Espécie nativa e endêmica do Brasil, encontrada na Mata Atlântica das regiões Sudeste (Rio de Janeiro e São Paulo) e Sul (Paraná e Santa Catarina). Epífita ou rupícola perto de córregos no litoral podendo ser encontrada em altitudes de até 200 metros. Do grupo das Cattleya bifoliadas floresce no outono.


Cymbidium

Os Cymbidium são as orquídeas mais cultivadas no nosso país. Apesar de serem originárias da China e de outros países asiáticos, adaptam-se perfeitamente às nossas condições atmosféricas.   São plantas de crescimento simpodial, constituídas por pseudobulbos aéreos de onde provêm folhas finas e compridas e com uma dobra longitudinal. As hastes florais nascem na base desses pseudobulbos e dão diversas flores por cada haste.   A estação das florações dos Cymbidium, apesar de podermos ter flores de híbridos em outras alturas do ano, vai desde o final do Outono até à Primavera.


Acianthera pubescens


Acianthera pubescens é uma espécie de orquídea (Orchidaceae) que existe do México à Argentina. No Brasil, há registros para os estados do sul, além de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Bahia. São plantas de tamanho médio, com caules aproximadamente do mesmo tamanho das folhas, estas lanceoladas de tons verdes variáveis, ou pintalgadas, ou inteiramente púrpura; inflorescência mais curta que as folhas com cerca de oito flores multicoloridas, de cores variáveis, onde predominam o verde ou branco, normalmente com muitas listas púrpura.
Planta: Epífita, 5~10 centímetros;
Flor: 0,5 centímetros;
Época de floração: verão, outono, inverno;

Longevidade das flores: 15 dias.





 Rodricidium Red



Orquídea Denphal



O denphal é uma espécie de orquídea  muito florífera, com capacidade para até 2 ou mais florações por ano. O cultivo é fácil, se adapta em qualquer lugar de clima quente; adora calor. Após a floração se inicia o crescimento dos novos bulbos, neste período a rega deve ser feita com maior frequência.  Agradável e encantadora para qualquer ocasião por possuir uma delicadeza incomparável.





Oncidium Jonesianum



O Oncidium jonesianum . possui pseudobulbos roliços, fino e comprido, lembrando uma folha de cebola compacta, que pode variar de tamanho, seja no comprimento ou espessura. De uma base sai a haste floral com inflorescência de uma a 15 flores, com média de 3 a 5 cm de diâmetro cada uma.  É uma espécie encontrada na Bolívia, Brasil, Argentina e Paraguai, pertencente ao amplo gênero do Oncidium Sw, com cerca de 600 espécies distribuídas pelas matas.






Bulbophyllum



Bulbophyllum lepidum. Origem: Camboja, Laos, Malásia, Tailândia, Indonésia Tamanho da flor: 5 cm. especie de orquídea epifita originaria de Asia.






Somente Phalaenopsis


 Cattleya Walkeriana

Por possuir uma forma arredondada e um modelo bastante exótico, a Cattleya walkeriana é a favorita dos colecionadores de orquídeas, os famosos orquidófilos. Seu perfume é tão diferenciado que lembra o cheiro de canela, uma de suas características mais marcantes como uma flor popular. Para cultivar esta belezinha, é válido planta-las sob substratos com uma ótima drenagem. Além disso, ela resiste ao frio moderado, podendo se desenvolver bem em climas com no mínimo 10 graus de temperatura.


Rhynchostyllis Gigantea
Espécie de cultivo simples muito próximo as vandaceas. Sua floração é em cachos na cor branca e rosa com durabilidade média de 15 a 20 dias. De origem asiática pode ser cultivada em cachepo ou vaso de barro, sendo assim sua rega pode ser constante. Gosta de ambientes úmido.




Cananga do Japão

Nomes populares: Cananga-do-Japão, flor-da-ressureição, lírio-misterioso, ilangue-ilangue da terra
Nome científico: Kaempferia rotunda
Família: Zingiberáceas
Origem: Ásia e Japão
Luminosidade: Luz solar plena e meia-sombra.
Clima: O ideal é o quente e úmido.
Solo: O solo ideal é o rico em matéria orgânica. Em vasos, usar uma mistura de 1 parte de terra comum, 2 partes de composto orgânico e 1 parte de terra vegetal.
Regas: Deve-se regar moderadamente até que a planta entre em dormência. Depois disso, as regas devem ser diminuídas drasticamente.
Floração: Na primave
Características: Planta herbácea, pode atingir cerca de 60 cm de altura. As flores são suavemente perfumadas. 

Dendrobium anomium

O Dendrobium anosmum é nativo da da Malásia, Laos, Vietname, Filipinas, Indonésia e Papua-Nova Guiné...  Características: é uma espécie de orquídea com longos caules em forma de cana, pendentes, de folhas opostas e decíduas. Os caules crescem até alcançar 120 cm de comprimento, apresentando múltiplos nós envolvidos por uma fina baínha que acaba por romper, envolvendo folhas opostas, oblongas, elípticas e aguçadas.





Phalaenopsis

Phalænopsis (em português: Falenopse) são orquídeas asiáticas não comuns como espécies puras em coleções, sendo a maioria das mais conhecidas híbridos gerados de semente, e depois reproduzidas do caule.
  Phalaenopsis é um gênero de orquídeas que tem sua origem em uma área que compreende desde o sul da China até o Noroeste de Austrália, incluindo Filipinas, Indonésia, Sumatra, Bornéo.
Geralmente crescem a baixas altitudes, de forma epífita, vegetando na parte baixa de árvores com poucas folhas e em geral próximas de fontes ou rios. Algumas espécies crescem sobre rochas cobertas de musgo.

   Trata-se de plantas de crescimento chamado monopodial (de um só pé), a partir de um ponto de crescimento (meristema) apical (numa ponta) se geram as folhas novas e a planta cresce sempre “direção acima”. Ocasionalmente, quando se danifica o meristema apical, ou por podridão ou por efeitos mecânicos, a planta pode produzir brotos laterais para reativar o crescimento, algumas espécies têm mais predisposição para este comportamento que outras.

Branca de Neve

Nomes Populares: Coelogyne, Branca-de-neve, Orquídea-branca, Orquídea-anjoA Coelogyne  é uma orquídea epífita, originária das montanhas do Himalaia e uma mais cultivadas no mundo. Ela possui belas flores, franjadas, com pétalas e sépalas de uma brancura imaculada, e uma mancha amarelo ouro no labelo. Floresce no final do inverno e início da primavera.




Apenas um arranjo na minha área.



Vanda

Orquídea Vanda

As Orquídeas Vandas encantam por sua beleza peculiar. Originárias da Ásia, são plantas de crescimento monopodial e lento, e alcançam altos valores no mercado.
As Orquídeas Vendas  preferem locais com alta luminosidade e apreciam regas que podem ser feitas borrifando as raízes e as folhas, ocasionalmente.
Costuma ter sua primeira floração só aos seis anos e a partir desta idade, pode florir até quatro vezes ao ano, se bem cuidada e se o inverno não for muito rigoroso. 


Dendrobium

Dendrobium (em português: Dendróbio) um importante gênero de orquídeas do sudeste asiático formado por grande número de espécies vistosas, geralmente de fácil cultivo. Sejam suas espécies naturais ou híbridos produzidos pelo homem, estão entre as orquídeas mais difundidas e comuns em cultura.

Denphal

“O Denphal é [uma espécie de orquídea] muito florífera, com capacidade para até 2 ou mais florações por ano. O cultivo é fácil, se adapta em qualquer lugar de clima quente; adora calor. Após a floração se inicia o crescimento dos novos bulbos, neste período a rega deve ser feita com maior frequência.”




Rhynchostyllis Gigantea

Espécie de cultivo simples muito próximo as vandaceas. Sua floração é em cachos na cor branca e rosa com durabilidade média de 15 a 20 dias. De origem asiática pode ser cultivada em cachepo ou vaso de barro, sendo assim sua rega pode ser constante. Gosta de ambientes úmido.

Phalaenopsis

Phalaenopsis é um gênero de orquídeas que tem sua origem em uma área que compreende desde o sul da China até o Noroeste de Austrália, incluindo Filipinas, Indonésia, Sumatra, Bornéo.
Geralmente crescem a baixas altitudes, de forma epífita, vegetando na parte baixa de árvores com poucas folhas e em geral próximas de fontes ou rios. Algumas espécies crescem sobre rochas cobertas de musgo.

   Trata-se de plantas de crescimento chamado monopodial (de um só pé), a partir de um ponto de crescimento (meristema) apical (numa ponta) se geram as folhas novas e a planta cresce sempre “direção acima”. Ocasionalmente, quando se danifica o meristema apical, ou por podridão ou por efeitos mecânicos, a planta pode produzir brotos laterais para reativar o crescimento, algumas espécies têm mais predisposição para este comportamento que outras.



Oncidium

É um gênero de grande diversidade do Novo Mundo  e com grande diversidade de habitats. Os Oncidiuns podem ser encontrados desde ao nível do mar nos trópicos até a altitudes elevadas dos Andes. O que deixa difícil definir uma forma de cultivo generalizada.